Os Pistoleiros, banda seminal do rock catarinense e nacional

Capa do EP

Capa do EP

Contrariando a lógica que santo de casa não faz milagre, venho falar de uma banda que apareceu e sumiu como um cometa, mais que deixou um rastro de destruição nos corações dos amantes da boa música Brasil a fora. Sim caros e nobres leitores, estou falando da banda, catarinense com muito orgulho, Os Pistoleiros. Se você acha Vanguart a grande banda do Folk Rock nacional (e não estou desmerecendo a mesma, por que gosto muito dos Vangs), lamento informar, mais você esta alguns anos atrasado. Nos idos do ano 2000, despontava para a cena independente uma banda barriga verde, que fazia um som altamente influenciado pelo mestre Neil Young, por que não dizer também, pela musica tradicionalista produzida no oeste catarinense. A banda contava com André (guitarra, violão e voz), Diógenes (guitarra, violão e voz), Marco Túlio (Acordeom), Daniel (baixo) e Rodrigo (bateria) e lançou no ano de 2000 o tão aclamado e único registro, o EP (Não Contavam Com) Os Pistoleiros.
Confesso a vocês que fui conhecer o som dos caras anos depois, em 2008 ou 2009, quando Wander Wildner regravou em seu disco La Cancion Inesperada a música Não Contava Com Os Pistoleiros. Como sempre fico curioso em saber sobre as bandas que Wander regrava, fui pesquisar sobre esta, e cheguei até Os Pistoleiros. Como no ano de 2000, a internet não era algo tão acessível, o EP ficou entre os “iniciados” na cena, e pra falar a verdade, mesmo morando em Floripa, nesta época eu estava mais preocupado em ouvir punk e heavy, que qualquer outra coisa. Com uma busca de quase uma semana em blogs e sites, achei muito pouca coisa sobre a banda e sobre o EP. A maioria das informações, são sobre um show que os caras realizaram em 2008, que comentarei mais tarde.
Voltando ao EP, a bolachinha já abre com o petardo Não Contavam Com Os Pistoleiros, música que faz lembrar os filmes de velho oeste, aqui você ouve Neil Young “cantando” em português junto com uma sonoridade de Wander Wildner em carreira solo, a acordeom nesta música da um toque todo especial. A letra é simples, mais direta e espetacular. Uma Canção de Amor é um pouco mais pesadinha, mais não desentoa dentro do disco, pelo contrario, faz uma ponte com as pedradas que vem a seguir, a letra? Tire suas próprias conclusões, com versos como, “enquanto eu durmo, você fuma e pensa, em quem deve acordar primeiro…”. Domingo Se Não Chover, tem um clima ensolarado, que remete a praia, surf-music e as palmas durante a música, fazem lembrar um luau, com todos em volta da fogueira, cantando, bebendo e batendo palmas. Quero Estar Bem Acordado é uma canção triste, um abandono é a historinha principal, onde fala que “saí deixei a porta aberta, se por acaso você chegar, vai encontrar a casa certa…”, como o site Senhor F bem definiu, uma surf-folk que só Santa Catarina poderia produzir. Na sequencia vem Quis Te Levar, Neve Ever The Town e Se Eu Tivesse Um Walkman, esta ultima particularmente acho uma das melhores, o titulo já remete aos anos 90, quem não queria ter um walkman na época? Com versos clássicos como “o sol queima a borracha no asfalto…” a banda mostra toda sua competência, tanto nas letras como na canção. Enfim, este disco é um clássico do inicio ao fim, você pode colocar no repeat e deixar rolando, parece passar um filme na sua cabeça, com um senhor sentado na varanda em uma cadeira de balanço, no canto da boca uma tira de capim e na outra mão um cigarro de palheiro, olhando o campo… Infelizmente na época, o EP foi lançado de forma independente, em CD-R, por um selo já extinto, por isso é quase impossível se achar uma cópia e duvido que quem tenha queira se desfazer, sorte nossa que hoje existe os downloads. O já citado site do Senhor F, classificou o EP como um dos 50 lançamentos mais importantes da cena alternativa, junto com nomes como Cachorro Grande, Mopho, o próprio Wander Wildner entre outros, por isso e pela dificuldade de se encontrar esta pérola, disponibilizou a algum tempo, todo o disco para download neste link, http://www.senhorf.com.br/agencia/main-senhorf-virtual.jsp?codSessao=38 (O link do EP em questão está digamos no meio da pagina e continua ativo como comprovei), num trabalho maravilhoso de resgate da cena do final dos anos 90 e inicio dos anos 00.
Quanto ao show de 2008, relatos da época mostram o entusiasmo e euforia da galera, teve gente vindo de São Paulo só para ver o show em Floripa, mostrando toda a importância desta banda. No show, além das músicas do EP, estavam músicas nunca lançadas, como Poucas Coisas, Remédio Amargo e alguns covers. Ao que parece, foi uma noite inesquecível, principalmente para uma cena tão pouco divulgada, como a do Rock catarinense.
Sei que sou um fã tardio, e que talvez este pequeno relato/homenagem nem chegue aos ouvidos dos envolvidos, mais seria maravilhoso ver um dos tantos selos musicais existentes hoje no Brasil, relançar o EP, quem sabe até com alguns bônus, ou mais fantástico ainda, algum destes mesmos selos lançar esta obra prima em um vinil, já pensou um bolachão com Os Pistoleiros?
Enquanto isto faça o download e comprovem com os próprios ouvidos o que acabei de relatar. Há no Youtube alguns vídeos da banda, 2 em especial com o Marcos Espindola, que faz a sessão de variedades do jornal Diário Catarinense, e que foi um dos responsáveis pelo show em 2008.

Nota 01 – Agradecimentos especiais ao site Senhor F, Mundo 47 (do sempre entusiasta da cena Rocker de SC, Rafael Weiss), Balada do Louco e Orelhada, de onde tirei todas as informações contidas neste artigo.

Nota 02 – Se alguém tiver este CD e quiser vender, estou querendo comprar.

Nota 03 – Se alguém tiver informações sobre os caras da banda, escreva nos comentários, seria legal saber por onde andam.

Jader Faust

Anúncios

Sobre Jader Faust

Um cara que curte, vive e ama esse tal de Rock n Roll. Só escrevo sobre as bandas que verdadeiramente gosto.
Esse post foi publicado em A história desse tal de Rock n Roll e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s